O ato marca o dia internacional da Enfermagem e a luta pelos direitos da categoria

Amanhã (12), é comemorado o dia internacional da Enfermagem e apesar das recentes conquistas da categoria ainda falta muito para ter todos os direitos assegurados. Por conta disso, atendendo a iniciativa da Federação Nacional dos Enfermeiros – FNE, o Sindicato dos Enfermeiros, Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do Estado do Piauí- SENATEPI realiza nessa terça-feira uma “Vigília pela Enfermagem” , às 8h, em frente ao Hospital de Urgência de Teresina- HUT.


No Piauí, até o dia 07 de maio, foram registrados 44 casos suspeitos e 40 confirmados de profissionais de Enfermagem infectados pela Covid-19.


O ato é nacional e tem por objetivo chamar a atenção da população e do poder público frente às condições de trabalho que os profissionais da Enfermagem estão submetidos. Segundo o presidente do SENATEPI, Erick Riccely, apenas um número limitado de profissionais irá participar do ato para evitar aglomeração. “Os membros da Enfermagem irão manter um distanciamento mínimo de dois metros uns dos outros, estarão de jaleco branco e fita preta no braço, simbolizando o luto pelas mortes dos profissionais de enfermagem no país devido à COVID-19”, explica Erick.


De acordo com a direção do SENATEPI, o HUT foi escolhido como local para realização da vigília por conta das recorrentes denúncias de falta de Equipamentos de Proteção Individual.


Outro ponto importante é a divulgação da Campanha Virtual #LuteComoUmaEnfermeira. A ação pretende estimular enfermeiros, amigos e familiares a postarem nas mídias sociais vídeos de 1 minuto sobre as lutas da enfermagem e apoio/reconhecimento a esses profissionais. A campanha também convidará os participantes a postar fotos com cartazes que possuam hashtags contendo as principais bandeiras de luta da Enfermagem: #30HorasJá; #PisoSalarialNacionalJá; #AposentadoriaEspecial; #DimensionamentoAdequado, entre outros.

Previous Post

Leave A Comment