Senatepi participa de reuniões com representantes do Governo e garante a liberação das férias

Na oportunidade, foram debatidas pautas importantes como gratificações, férias, promoções e progressões.
reunião_senatepi
Esta quinta-feira (01) foi de muito trabalho na busca pelos direitos dos membros da enfermagem. O presidente do SENATEPI , Erick Riccely, o tesoureiro, Girleno França e a enfermeira Iolete Soares, integrante da Aben-PI, participaram de duas importantes reuniões. Na primeira, se reuniram com a secretária da Administração e Previdência do Estado, Ariane Benigno, e o Deputado Estadual Dr.Francisco Costa (PT). Dentre os assuntos tratados estão o retorno das férias e o acordo feito ainda em fevereiro de 2019 que fala das promoções e progressões, além da criação de um Plano de Cargos, Carreiras e Salários(PCCS) dos profissionais vinculados ao Governo do Estado.
Para Erick, o encontro foi bastante proveitoso. “Avançamos no diálogo e conseguimos garantir que o decreto estabelecendo o retorno das férias aos profissionais que estão trabalhando exaustivamente desde o início da pandemia seja publicado nos próximos dias. Já sobre as promoções, progressões e PCCS tivemos a ajuda do deputado Francisco Costa que garantiu total apoio para o cumprimento do acordo que se arrasta desde 2019. A atual secretária de Administração também se posicionou de forma favorável ao nosso pedido”, relata o presidente.
reunião_senatepi2
Houve ainda uma reunião com o secretário de Saúde do Estado, Florentino Neto. O Secretário afirma que o decreto de liberação das férias será publicado até sábado, pois reconhece o cansaço dos profissionais. Também foram ratificadas as pautas referentes as promoções, progressões e PCCS. Outro assunto exposto foi o corte da Gratificação de Incentivo à Melhoria da Assistência à Saúde (GIMAS) e os diversos casos de assédio e coação moral que está ocorrendo nos hospitais do Estado. Segundo Erick, o secretário foi sensível aos assuntos e se comprometeu em rever a questão da GIMAS e corrigir os valores que estão sendo pagos. Também houve o compromisso de apurar e punir qualquer tipo de assédio que esteja ocorrendo.
Uma outra conquista foi o não corte dos pontos dos profissionais que participaram da mobilização realizada na última quarta-feira (30). “Chegamos ao consenso da importância do ato e que os profissionais não devem ter seus pontos cortados. O SENATEPI irá apresentar a lista de frequência assinada por cada profissional que esteve na manifestação para garantir que a remuneração seja paga integralmente”, finalizou Erick.