SENATEPI EM AÇÃO

Reunião entre representantes do SENATEPI e da FMS no TJ-PI

Na manhã desta terça-feira (24), o SENATEPI deu mais um importante passo frente ao reajuste salarial da categoria vinculada ao município de Teresina . O presidente do sindicato, Erick Riccely, participou de audiência no Tribunal de Justiça mediada pelo desembargador, Ricardo Gentil, sobre o dissídio coletivo.

 

Também participaram da audiência os advogados Murilo Marcondes e Thiago Val. Além do presidente da FMS, Gilberto Albuquerque e do procurador da FMS.

 

Ao fim da audiência, o desembargador sugeriu uma proposta para que a categoria e a gestão municipal entre em acordo.

 

A proposta sugerida pelo desembargador Ricardo Gentil, foi que se encurtasse as parcelas, sugerindo:
10,5% dividido em 3 parcelas, agregadas aos reajustes programados referentes a recomposição de perdas de 2019 que na época foi dividida em oito vezes.

  • 3,5% em agosto de 2022
  • 3,5% em janeiro 2023
  • 3,5% em agosto de 2023

O Senatepi reforça a necessidade de reajuste das parcelas sobre o valor da época e das gratificações além do não desconto dos dias paralisados dos seus associados que participaram do movimento.

 

A proposta será apresentada amanhã em assembleia geral e tratada na próxima segunda-feira com o SENATEPI, FMS e PMT.

 

O Desembargador afirma que aguarda uma decisão das partes na construção de uma saída amigável, porém, não tratará do mérito até o final do diálogo.

O SENATEPI se mantém forte frente às necessidades e direitos de toda a categoria! Juntos somos mais fortes!