COVID-19: SENATEPI encontra irregularidades no Pronto Socorro de Parnaíba

Enfermeiros relataram falta de EPIs e de estrutura em livros de registros


A direção do Sindicato dos Enfermeiros, Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do Estado do Piauí – SENATEPI teve acesso aos livros de registro do Pronto Socorro Municipal de Parnaíba, distante 338 km de Teresina. Em quase todas as páginas é possível encontrar relatos graves como a falta de Equipamentos de Proteção Individual- EPIs, falta de protocolo no manejo de cadáveres suspeitos ou confirmados com Covid-19 e ausência de plano de gerenciamento de resíduos. As denúncias estão sendo investigadas e a direção do sindicato cobra providências para o poder público.


A direção do Sindicato dos Enfermeiros, Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do Estado do Piauí – SENATEPI teve acesso aos livros de registro do Pronto Socorro Municipal de Parnaíba, distante 338 km de Teresina. Em quase todas as páginas é possível encontrar relatos graves como a falta de Equipamentos de Proteção Individual- EPIs, falta de protocolo no manejo de cadáveres suspeitos ou confirmados com Covid-19 e ausência de plano de gerenciamento de resíduos. As denúncias estão sendo investigadas e a direção do sindicato cobra providências para o poder público.


A direção do Sindicato dos Enfermeiros, Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do Estado do Piauí – SENATEPI teve acesso aos livros de registro do Pronto Socorro Municipal de Parnaíba, distante 338 km de Teresina. Em quase todas as páginas é possível encontrar relatos graves como a falta de Equipamentos de Proteção Individual- EPIs, falta de protocolo no manejo de cadáveres suspeitos ou confirmados com Covid-19 e ausência de plano de gerenciamento de resíduos. As denúncias estão sendo investigadas e a direção do sindicato cobra providências para o poder público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *